15.6.09

Jorge Sousa Braga




Desde que Magritte pintou os amantes, estes como por magia deixaram de ter rosto. Nos jardins, nos cinemas, no bulício das ruas é frequente ver agora homens e mulheres, sem rosto, abraçados.

Todavia, tudo não passa de um equivoco. Sem dinheiro para pagar aos modelos Magritte optou por cobrir com um lençol o rosto inacabado dos amantes.



Os amantes de O lírio que há no delírio em O Poeta Nu [poesia reunida], Assírio&Alvim
Imagem: RENÉ MAGRITTE- Os Amantes





ver mais poetas e poesias em nEscritas

2 comentários:

comboio turbulento disse...

Ora aqui está uma excelente imagem do velho Magritte com um texto a condizer!
Quanto a colcar os videos YOU TUBE, aqui ficam os passos.
1- depois de escolher o video, seleccionar e copiar o código INCORPORAR
2- colar no espaço da nova mensahem mas em EDITAR HTML

E pronto. Depois é só deixar as imagens, as falas e a música, entrarem pelo blog fora :)

Boa semana. Beijinhos

nadir disse...

agradeço de coração kim, eu estava a complicar muito mais e por isso não conseguia! beijos, beijos.

m.m.