25.9.09

Mário-Henrique Leiria



V


Eu sei
que há um lugar por descobrir
um lugar tenebroso e cantante
como uma ponte de velhos manequins


o teu corpo
dois seios despedaçados
e o vento só o vento
soprado através
dos teus cabelos


O Surrealismo na Poesia Portuguesa, Frenesi, 2002
Imagem:Andrzej Malinowski

2 comentários:

comboio turbulento disse...

Os livros e os textos de Mário Henrique Leiria fazem parte dos que revisito amiude.Excelente

nadir disse...

Oh Kim, tenho de pedir-te muitas desculpas pois tenho andando para te responder e olha...nada! o tempo tem sido muito escasso e por vezes a disposição tb muito pouca mas, agora aqui estou para te deixar um abraço. Vou visitar-te tá?

m.m